Copasa, a novela!

Na quarta-feira, vários vereadores, chefiados por Edson Sousa (MDB), foram derramar lágrimas junto ao Ministério Público, um órgão sério que tem a exata finalidade de não complicar nada, pelo contrário, procura o esclarecimento de verdades. Só que a tendência do MP é a de ficar, a todo custo possível, do lado do menos favorecido. No presente caso, o lado que está na “pioral” é o do contribuinte, que paga água e esgoto em uma mesma conta.

Como novelas...

...costumam ter muitos capítulos, não será através de um CPI da Câmara que a Copasa deixará de receber o que já está definido como direito, pois o caso já foi julgado. Os vereadores estão inconformados, e isto é legítimo, e irão fazer o possível para que nada aconteça e que a cobrança somente venha depois de todo o serviço de coleta de esgoto esteja concluído. Os promotores foram muito repetitivos e, como sempre, prometeram que providências serão tomadas. E serão mesmo, só que dificilmente, como já foi dito aqui várias vezes, haverá êxito, pois a estatal não irá abrir mão da cobrança dos seus direitos, ou dos direitos que julga ter. Os vereadores estão confiantes e resignados, enquanto o presidente da Casa Legislativa reconhecia que aconteceram erros. E é aí que o bicho pega! Outros capítulos virão!

 

Enquanto isso...

...o eleitor novamente votará através das urnas eletrônicas, comprovadamente uma caixinha de surpresas. Na verdade, este sistema que foi inventado nos tempos de FHC, chegou a ser festejado na época, pois tudo parecia correto. Agora, uma pulga começou a coçar atrás de certas orelhas.

Mas o principal...

...nome desta marmelada que mais uma vez acontecerá em outubro é o de um certo ministro do Supremo, que tentou ser juiz por duas vezes, mas não passou nas provas e foi premiado com um cargo só possível neste país de miseráveis políticos ou de políticos miseráveis, conforme o viés que se dê ao caso. O hoje todo-poderoso Toffolli, que já fez “de um tudo” para José Dirceu, ganhou por intermédio dele um cargo de Juiz com jota maiúsculo da Suprema Corte. Por isso, hoje está solto. Só que o PT contava como certa a possibilidade de Toffoli e sua segunda turma soltarem Lula, mas outro ministro entendeu que já era demais e forçou a barra para mais tarde, talvez em agosto. Isto se o povo deixar, o que as redes sociais não estão dispostas a engolir.

Ibope divulga pesquisa...

...para presidente. Até aí tudo bem, isso é normal nesta época. O anormal é colocar Lula num páreo que não podia, pois como enfiar goela abaixo um candidato condenado em segunda instância e preso em Curitiba? – O resultado não é absolutamente nada do diferente que poderia ser, pois, com todos os defeitos, o ex-presidente tem, sim, certa porcentagem, da qual não se afastará, ou seja, algo em torno de 30%. Assim, enquanto perdurar o impasse da quase impossível possibilidade do seu nome ser viável, ou considerado hábil pelo TSE, os institutos de pesquisas irão confundir o eleitorado para que o seu nome fique em relevo.

Sem ele...

...a tendência é a mesma, com o candidato Jair Bolsonaro liderando. Nenhum candidato de outro partido acha ruim que o nome de Lula apareça nas pesquisas, pois o que eles querem é que o de Bolsonaro não cresça. Assim, o candidato que lidera oscila entre 15% e 17%, enquanto os outros considerados fortes não atingem nem a metade. Este é o Brasil de hoje e só não vê a verdade quem não quer!

Comentários
×