Cleitinho quebra recorde de votos

 

Maria Tereza Oliveira

O vereador Cleitinho Azevedo (PPS) foi eleito deputado estadual nas eleições 2018. Há dois anos atuando como vereador, o político recebeu 115.492 votos, sendo o deputado estadual mais bem votado na região e o 4º no estado.

O resultado mostra que o vereador agradou e muito com seu jeito novo de fazer política.

No dia seguinte a sua eleição, Cleitinho recebeu o Agora em seu gabinete para falar sobre sua campanha e o que esperar para o futuro.

Ele revelou que irá ficar na Câmara exercendo seu trabalho como vereador até dezembro de 2018, quando assumirá seu lugar na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Em seu lugar, quem assume é Matheus Costa (PPS), que teve 1.601 votos em 2016.

— Até quando falarem que eu tenho de ficar na Câmara, vou permanecer. Não tenho motivos para sair antes do prazo — revelou.

Cleitinho afirmou que já esperava ser eleito, pelo o que havia notado durante a campanha, mas não imaginava que seria uma votação tão expressiva.

— A gente não tem essa projeção da quantidade de votos porque a política não é uma ciência totalmente exata — contou.

Sucesso virtual

Aos 36 anos, Cleitinho está há dois na vida política e é sucesso nas redes sociais. Com vídeos virais, onde o edil costuma fazer discursos enérgicos, foi esta a aposta principal na sua campanha como deputado.

Sua página no Facebook, Cleitinho Azevedo, conta com mais de 212 mil curtidas e seus vídeos tem alcance nacional. Os vídeos da campanha política de Cleitinho contam com milhares de curtidas e comentários e, foi assim que ele conseguiu alcançar inúmeros eleitores.

Campanha diferente

Sem as limitações dos horários e tempo da TV, Cleitinho expôs suas ideias e propostas em sua página, através de vídeos e lives.

Ele apostou mais em audiovisual, tendo poucos textos, porém com interação com internautas para debater as propostas.

Tanto que, mesmo sem gravar propaganda eleitoral para a TV, o divinopolitano foi eleito. Ele acredita que o modo de fazer campanha mudou totalmente.

— As redes sociais entraram para ficar mesmo. Eu fui eleito agora através dos trabalhos nas redes sociais — destacou.

Entretanto, a internet não foi a única ferramenta escolhida pelo vereador para conseguir votos. Cleitinho também usou a panfletagem como tática de campanha.

— Fui para rua, para portas de comércios, bati na porta de um por um pedindo voto. Então eu juntei um pouco desta política tradicional de ir de casa em casa, mas coloquei também a rede social — explicou.

Próximos passos

Há pouco tempo na carreira política, Cleitinho foi candidato pela primeira vez em 2016, quando foi eleito vereador e este ano, veio a eleição ao cargo de deputado estadual. Tamanha evolução em curto espaço de tempo, fez com que começassem especulações sobre uma possível candidatura à Prefeitura de Divinópolis em 2020.

— Eu vou deixar isso para a população, porque se eu ganhei para deputado, foi graças a quem votou em mim. Então é o povo que vota e tira. Se a população achar que eu devo me candidatar, não vejo problema não — destacou.

Porém, ele afirmou que ainda é cedo para pensar no assunto.

— Eu ainda nem assumi como deputado. Então a prioridade é encerrar o ano como vereador, depois assumir como deputado e as coisas vão acontecendo e se encaixando — ponderou.

Promessas

Cleitinho aproveitou para agradecer à população divinopolitana pelos 61 mil votos que obteve na cidade, entretanto, ele disse que ainda não é hora para comemoração.

— Só vou comemorar quando puder trazer dignidade à população divinopolitana. Quando andar pelos bairros e ver que todos foram pavimentados — salientou.

Ele prometeu que irá tentar recursos para, juntamente do governador que assumir o estado, finalizar as obras do Hospital Municipal, que estão abandonadas.

— Aqui na cidade, a saúde é prioridade, principalmente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o hospital precisam de investimentos. Vou correr atrás de recursos para Divinópolis e região — destacou.

— Mas agora só quero agradecer e prometer que irei retribuir a população o voto de confiança que me foi dado — afiançou.

Cleitinho disse que dentre suas prioridades na Assembleia, ele quer fazer mudanças nas cargas tributárias do estado.

— A gente precisa negociar essa carga tributária, diminuir os impostos para incentivar mais empresas virem para Minas Gerais, sobretudo Divinópolis — prometeu.

Continua em campanha

Mesmo após ter sido eleito, a campanha não terminou para Cleitinho que vai apoiar o candidato Romeu Zema (Novo) na disputa ao governo estadual.

— Eu já estava o apoiando no 1º turno e vamos continuar na campanha trabalhando para a eleição de Zema. Acredito que ele é a melhor opção para Minas Gerais — continuou.

Durante uma das três passagens de Zema na cidade, o candidato chegou a participar de uma live com Cleitinho para firmar a parceria entre os políticos em frente à população.

Entretanto, ele afirmou que prefere não se envolver na disputa pela presidência.

Representatividade

Sobre a queda de representantes divinopolitanos de deputados federais, tendo sido eleito apenas Domingos Sávio (PSDB), e ser o único da cidade na ALMG, Cleitinho afirma que é uma responsabilidade maior.

— Mesmo sendo maior a responsabilidade, eu já estou preparado para enfrentar esta questão e fazer o melhor para o estado e também para a cidade — finalizou.

Dobradinha

Sargento Elton (Patriota) é outro vereador em seu primeiro mandato que se candidatou, porém ao cargo de deputado federal. Junto com Cleitinho, eles formaram uma dobradinha durante a campanha.

Apesar de ter sido bem votado, principalmente se levar em consideração o seu curto tempo na política, Sargento Elton não foi eleito. Ele precisaria de cerca de 40 mil votos e bateu na trave, com 31.302.

Ironicamente a quantidade de votos de Sargento Elton seria suficiente para elegê-lo deputado estadual, enquanto os 115 mil de Cleitinho também o elegeria deputado federal.

Ou seja, se a dobradinha fosse invertida, com Sargento Elton candidato a deputado estadual e Cleitinho como federal, ambos estariam eleitos.

 

 

Comentários
×