Cidade registra quase sete mil acidentes em 2018

 

Da Redação

A comissão responsável pela elaboração do Plano Municipal de Mobilidade Urbana (PlanMob Divinópolis) apresentou um série de dados referentes aos estudos realizados na cidade. O planejamento visa a orientar as ações e os investimentos em prol de uma maior eficiência no tráfego de pedestres e motoristas no município. Segundo as estatísticas colhidas pela comissão, Divinópolis registrou 6.683 acidentes no último ano e cerca de 70% dos envolvidos eram homens. O levantamento aponta para a existência de 141.585 veículos na cidade.

Essa foi a segunda audiência pública promovida pelo Município e teve o objetivo de expor o andamento da construção do PlanMob. Ainda sem data, uma terceira e última audiência deve acontecer.

Transporte público

Durante a apresentação, a situação do transporte público em Divinópolis também foi abordada. A cidade conta, atualmente, com 151 veículos, distribuídos em 52 linhas diametrais, 36 radiais e 11 corujões. Mensalmente, são mais de 1,6 milhão de pessoas que utilizam esse tipo de transporte. Segundo o relatório parcial, há a necessidade do investimento em infraestrutura para dar melhores condições de deslocamento aos passageiros.

— A demanda da população sobre este tema gira em torno da adequação de rampas nos pontos para acesso de pessoas com  necessidades especiais, pavimentação dos itinerários onde ainda é de terra, faixas exclusivas nos principais corredores de ônibus, alargamentos das calçadas nos pontos das ruas centrais e instalação de abrigos nestes — informou o Executivo.

Obstáculos

Quem caminha pelas calçadas da cidade parece enfrentar um problema comum: mesas e cadeiras espalhadas pelo passeio. De acordo com o diagnóstico, a presença desses objetos tem sido motivo de descontentamento por parte da população.

— Em relação a este tema existe um descontentamento sobre a legislação vigente, também foi detectado o descumprimento das normas de edificação e calçadas em relação à acessibilidade e ainda a necessidade de uma fiscalização mais intensiva e punitiva — ressalta.

Educação

Projetos educacionais também foram contemplados na audiência pública. O intuito é ampliar os três programas de educação para o trânsito já existentes (“Circulando”, “Transitando” e “EducaTrânsito”) para mais instituições de ensino, empresas e associações. Outra discussão é de colocar com esses projetos educacionais como obrigatórios nas escolas municipais. As três ações são promovidas pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settrans).

Próximos passos

Após a Prefeitura já ter disponibilizado questionários sobre o tema e realizado a segunda audiência pública, a comissão técnica começa agora a elaboração de diretrizes e propostas sobre a mobilidade urbana. Os diagnósticos serão analisados para a criação de orientação para a gestão de ações neste âmbito.

— O objetivo desta fase é propor ações para minimizar os impactos nos deslocamentos, promovendo a inclusão social e a cidade mais democrática, respeitando sempre as peculiaridades locais — explica a Prefeitura.

Após essa fase, uma última audiência pública será realizada. Por fim, o PlanMob Divinópolis será concretizado, convertido em projeto de lei e enviado para os vereadores na Câmara Municipal.

 

Comentários
×