Cena literária da cidade vive grande momento

Variedade de lançamentos marcou o ano de 2016; confira dicas de leitura

 

Jorge Guimarães

 

O ano de 2016 foi de grandes lançamentos na cena literária divinopolitana, como há muito não se via. Entre os muitos eventos, houve o lançamento da 2ª edição do livro “Verdades Em Desfile”, de Pedro X. Gontijo. Saiu também o primeiro livro da professora universitária Patrícia Santiago, “Minas de Causos”. As crianças também marcaram presença, com “Mistério das Letras”, escrito por Clara Almada, Felipe Couy e Pedro Prado. Já Eliana Cançado lançou “Raízes”.

 

Palmério Ameno

 

Uma das gratas surpresas foi a estreia de Palmério Ameno na literatura, com o seu “Guardados na Memória”, editado pelo Grupo Capela. Nessa obra, o leito se encontra com uma história com mais de 90 anos, com o autor narrando os cenários de uma realidade histórica. E Divinópolis faz parte dessa viagem no tempo, na qual surgem personagens surpreendentes tecendo tramas do arco da velha.

Palmério, com sua visão particularizada, nestes textos, compartilha com o leitor a riqueza de ver e rever aspectos desconhecidos do cotidiano histórico de Divinópolis.

Em “Guardados da memória”, a vida de tantos cidadãos, no lugar de personagens, vincula-se à própria vida da cidade que cresceu e se tornou a metrópole de hoje, com e por causa de sua gente.

O secretário de Cultura do governo Galileu Machado (PMDB), Osvaldo André, que responde pelo Grupo Capela, adiantou ao Jornal Agora que, neste ano, virão muitas novidades. Entre elas, o livro intitulado “Poemas Traduzidos”, de Helena Alvim Ameno, com poemas norte-americanos dos séculos XIX e XX.

 

Adélia Prado

 

Depois de lançar em 2015 o “Poesias Reunidas” com os seus grandes sucessos, em uma edição de luxo de capa dura, Adélia Prado apresentou ao mundo da literatura, pela Gulliver Editora, seu novo livro infantil, “Cantiga dos Meninos Pastores”, com ilustrações da premiadíssima Ângela Leite de Souza.

Acostumada a verbalizar em sua obra a perplexidade e o encanto, norteados pela fé cristã e permeados pelo aspecto lúdico, ela continua a encantar adultos e criança.

 

BOX

 

Confira dicas de leitura para as férias

 

A pedido da reportagem, o empresário Daniel Bicalho, da Boutique do Livro, fez indicações de boas leituras para as férias.

A primeira indicação para uma viagem leve e deliciosa é “A Livraria Mágica de Paris”, de Nina George, que conta a história do livreiro parisiense Jean Perdu, que sabe exatamente o livro cada cliente deve ler para amenizar os sofrimentos da alma. Em sua livraria, vende romances como se fossem remédios. Perdu só não sabe como amainar as dores de sua própria alma.

Agora, se for para uma longa e reveladora viagem, a indicação é “Sapiens”, de Yuval Noah Harari. Trata-se de uma breve história sobre a humanidade: o que possibilitou ao Homo sapiens subjugar as demais espécies? O que nos torna capazes das mais belas obras de arte, dos avanços científicos mais impensáveis e das mais horripilantes guerras? Um relato eletrizante sobre a aventura da extraordinária espécie humana – de primatas insignificantes a senhores do mundo.

E se tiver tempo pra esticar a viagem, embarque também no livro do mesmo autor, “Homo Deus”, e descubra o que o surpreendente autor pensa do futuro da humanidade.

 

Para as crianças

 

Para colocar as crianças para viajar, a dica é o Diário de Pilar na África”, de Flávia Lins e Silva. A leitura conta a história da menina Pilar, Breno e o gato Samba, que embarcam na rede mágica e vão parar do outro lado do Atlântico, na África, onde conhecem Fummi, uma princesa iorubá. Juntos, eles tentarão salvar sua família e seu povo, capturados por comerciantes de escravos. Aventuras e muitos conhecimentos envolvidos. E fica a dica: Pilar também já visitou a Amazônia, Macchu Picchu, a Grécia, o Egito e escreveu um diário para cada uma dessas aventuras.

Já para viajar com crianças bem pequenas, mas que gostam de mistérios, a indicação é “O Caso das Bananas”, de Milton Célio de Oliveira Filho. O livro diz que há um ladrão de bananas na mata. E o macaco precisa descobrir quem é o larápio antes que fique sem sua fruta preferida para comer. Um livro “policial cheio de suspense” e com um final surpreendente.

 

Empreendedor

 

Para quem viaja na aventura de ser empreendedor no Brasil, a dica é “O Poder da Ação”, de Paulo Vieira. Entenda e aprenda como quebrar ciclos viciosos que impedem a pessoa de crescer e conquistar resultados satisfatórios. A proposta é fazer o empreendedor acordar para os objetivos que precisa atingir e fazer a vida sair do papel. Paulo Vieira ensina a agir para ter o poder neste livro que já impactou a vida de mais de 250 mil pessoas.

 

 

Comentários
×