Câmara Municipal

Adriana Ferreira 

Embora a vereadora Janete tenha feito um admirável discurso sobre a leviandade da proposta de um salário mínimo e apresentado uma nova de redução de 25% dos vencimentos dos vereadores para a próxima legislatura, os edis não convenceram. Afinal, estão decidindo o futuro e vencimentos de terceiros, pois nenhum tem a certeza da reeleição. Para fazer bonito, repito, façam conforme sugerido pela nossa Editora-chefe,  Gisele Souto: doem dos seus vencimentos desde já.  Aí sim, estarão tomando o que estão preparando para os futuros vereadores, até porque a necessidade de recursos é agora. Ano que vem? Estão é em campanha extemporânea, isso sim. 

Cleitinho/Eduardo/ Gleidson I 

O deputado estadual Cleitinho  Azevedo (Cidadania) foi eleito vereador e, posteriormente, deputado estadual e tudo isso se deve à sua audiência nas redes sociais. Seus vídeos conquistaram não somente Divinópolis, mas também milhões de fãs por este país a fora. Não me esqueço que recebi uma pessoa do estado do Mato Grosso que rodou mais de 1200 km para conhecer Cleitinho. Ele sabe fazer barulho e atrair eleitores. Seu capital político é grande. E se Bolsonaro é presidente, e seus filhos são senador e deputado federal e um está  vereador, se a família Ferreira Gomes (Ciro Gomes)  controla a  política cearense desde 1890, se os Barbalhos controlam o Pará há décadas, se os Calheiros e os Collor de Melo controlam a política em Alagoas também  há décadas, por que não fazer o mesmo na Cidade do Divino? E num é?

Cleitinho/Eduardo/ Gleidson II

Embora muitos esperavam que Cleitinho fosse candidato a prefeito, tem-se que, segundo  se comenta nas redes sociais,  seu candidato é seu irmão gêmeo Gleidson.  Se prestarmos atenção,  temos que Eduardo Azevedo é que vem se preparando para voos na política e isso há anos. Olhando o Facebook, vemos que Eduardo tem dois perfis e somando os dois, tem quase 10 (dez) mil amigos. Suas postagens focam principalmente a  política local, com vídeos nos quais ele fala sobre problemas de  Divinópolis.  Ele segue à risca o caminho trilhado por seu irmão deputado.  Quanto a Gleidson, sua página no facebook tem 394 amigos – Eduardo tem quase 10 mil, repisa-se, por isso dois perfis  - e ele mesmo não posta nada, apenas é marcado em postagens. O recado que vejo é: “é meu gêmeo, é igual a mim, votando nele, estarão  votando em mim”. Só falta dizer: “eu governarei”  E Eduardo? Será candidato a vereador? Estará Divinópolis criando uma nova família política?  Quem viver verá! São gêmeos, mas não são a mesma pessoa. Se isso é bom ou ruim, só o tempo dirá. Aguardemos!

Marca

Muitos governos são resumidos por uma única  frase. A marca do governo de Obama era  “Yes, we can.” (Sim, nós podemos.), Donald Trump é “Make America Great Again!” (Fazer a América grande novamente). De Jair Bolsonaro “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”. Mento Neto, articulista da Revista Isto é,  entende que falta objetividade. Se esse é o pecado da frase do presidente, na administração municipal falta seriedade. Aqui temos “papai”, “você sabe de quem eu sou filha?” “o véio” “vou contar para o Print”, opps, espero que seja a impressão de alguma coisa e não o vereador, até porque Eduardo Print Júnior (Podemos), líder do governo, jamais permitiria que seu nome fosse usado para intimidar alguém. Não o Eduardo que toda Divinópolis conhece! Pois bem, Galileu está brilhando na condução da quarentena. Realmente, é nas adversidades que se vê a verdadeira face de um homem e Galileu merece nota 10. Que as novas versões de “sabe com quem está falando?” não prejudiquem seu trabalho. Que fique somente na conhecida “Deixe o homem trabalhar!” Quanto às outras,  parem que está ficando feio!

Iris Moreira

Quem é essa mulher apaixonada por Divinópolis? Sobrinha do inesquecível Ivan Silva que era sinônimo de glamour, cuja morte até hoje é lamentada pela cidade. Empreendedora, com dois lugares badalados e mágicos – Sbuni na Praça do Mercado e Maria Baguete no Sidil – procura através deles gerar empregos e divisas para Divinópolis. Para Iris,  se não  dividir o que ganha não tem graça. Iris é uma mulher que não consegue comer um pão se não der a metade ou mais para quem precisa. Antes de pensar em si, pensa no outro.  Além de cuidar de seus negócios, já ter outras campanhas, verdadeiros atos de amor ao próximo, Iris criou uma campanha para a quarentena da Covid-19: “quem estiver precisando que coloque um pano branco na janela.” O mais admirável nessa mulher de currículo respeitável é que quanto mais cresce, mais humilde e preocupada com o outro se torna. Iris Moreira é gente que faz! Na próxima coluna, trarei mais sobre essa brilhante mulher que um dia me homenageou sendo que quem merecia todas as homenagens era ela.

Comentários
×