Boletim registra aumento de quatro casos confirmados de covid-19 em Divinópolis

Da Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) divulgou nesta sexta-feira, 26, o boletim epidemiológico que registra mais quatro casos confirmados de covid-19 em Divinópolis, totalizando 343 infectados. Com base em dados divulgados pelo Ministério da Saúde pela plataforma “FormSUSCap”, há 3.262 casos notificados, além de 245 casos descartados. A taxa de ocupação da UTI está em 48,9%.

Os dados ainda mostram que o número de recuperados permanece totalizando 267 casos. Não há novos casos de óbitos provocados pela doença. 

As informações que são atualizadas diariamente. Em relação aos casos notificados, segundo a faixa etária, eles são: 30 casos para aqueles que possuem menos de um ano de idade, 127 de 1 a 4 anos, 72 de 5 a 9 anos, 10 a 19 somam 152 casos. A faixa de idade mais atingida é a de 20 a 39, com 1.521 notificações. Entre 40 e 59 estão 966 notificados e com 60 anos ou mais 394.  

A população do sexo feminino contém o maior número de casos notificados, somando 1.702. Já o de sexo masculino está com 1.560 casos. 

Em relação aos pacientes internados e que apresentam quadro clínico compatível de covid-19 são 23 no setor de Centro de Terapia Intensiva (CTI) e 27 em enfermaria. Os pacientes atendidos em ambulatório identificados durante a pandemia estão 1.607. 

A quantidade de leitos no setor de enfermaria da rede pública do município exclusivos para o atendimento de pacientes suspeitos de covid-19 é de 135, destes 27 estão ocupados. Totalizando uma taxa de 21,8% de ocupação. 

Enquanto no setor de CTI a quantidade de leitos exclusivos é de 94, destes, 23 estão ocupados. A taxa de ocupação total, assim, é de 24,5%

O secretário de Saúde, Amarildo Sousa, lembra que, mesmo com a chegada do fiml de semana, não é o momento para realizar confraternizações e encontros.

— A taxa média de isolamento dos divinopolitanos está em apenas 34%. Por isso, pedimos que reuniões entre amigos e familiares sejam suspensas. Sabemos das dificuldades do momento, mas somente com a união e o isolamento social poderemos conter a disseminação do vírus — enfatiza Amarildo.

Comentários
×