Associação de municípios convoca protesto contra governo de MG

 

Da Redação

Associação Mineira de Municípios (AMM) realizará no dia 21 deste mês uma mobilização geral. O protesto é contra os constantes atrasos de repasses, do Governo do Estado aos municípios. A associação convocou prefeitos e servidores públicos municipais para participarem da mobilização que será realizada a partir das 13h, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, de onde seguirão em carreata até o Palácio da Liberdade. 

Com o tema “Basta! Chega de confisco! Se o Estado não pagar, as prefeituras vão parar”, a manifestação também será realizada por servidores municipais nas 853 cidades de Minas Gerais.

Denúncia

A AMM pretende denunciar à sociedade a caótica situação financeira das prefeituras mineiras, decorrente dos constantes atrasos nos repasses do Governo do Estado, com esta mobilização. Conforme informou a Associação, a dívida com os municípios mineiros já chega a R$ 7,6 bilhões e as prefeituras já não têm mais como arcar com os serviços básicos e essenciais à população. 

— A mobilização busca cobrar uma postura firme do Estado no sentido de pagar o que é devido, em especial o Fundeb, que já ultrapassa R$ 2 bilhões, que inviabiliza o pagamento dos servidores da educação nos municípios – afirma em nota.

Compromissos comprometidos

De acordo com a AMM, as associações microrregionais, juntamente com as prefeituras estão promovendo várias paralisações em diferentes regiões do Estado.  O presidente da Associação, Julvan Lacerda informou que a partir de agosto, os prefeitos não terão como quitar todos os compromissos financeiros que tem, devido aos atrasos de repasses que o Governo do Estado tem feito.

— Recebemos o ICMS apenas por causa das ações movidas pela AMM em conjunto com os municípios e, mesmo assim, o Estado já voltou a confiscar esse repasse semanal. Temos que dar um basta nisso – reforça.  

Comentários
×