‘Caminhos de Minas’ é deflagrada na região

Foco da megaoperação é impedir crimes ambientais, narcotráfico e roubo de cargas

Bruno Bueno

Foi lançada ontem à tarde a megaoperação “Caminhos de Minas”, idealizada pelas Polícias Militar (PM) e Rodoviária Federal (PRF), com apoio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Realizada em todo o estado, o lançamento na região ocorreu no trevo da MG-050, no bairro Icaraí. Militares começaram, logo depois do lançamento, as ações na rodovia. As operações vão ocorrer em Divinópolis, Pompéu, Arcos e Pitangui e terminam dia  25.

Objetivo

A reportagem conversou com o comandante da 7ª Companhia Independente de Policiamento Especializado, capitão Hélcio Tavares Rezende, que comentou sobre a megaoperação.

— O objetivo da ação é integrar as polícias Militar e Rodoviária, realizando ações que buscam manter a segurança pública. A PRF comandará o policiamento e a PM estará disponível para ajudar — disse.

Ações

O capitão explicou sobre as ações que serão realizadas. 

— Nosso foco será agir com presença, orientar, fiscalizar e controlar o trânsito nas rodovias. Através disso, iremos prevenir e reprimir crimes como narcotráfico, roubo de cargas, delitos ambientais e muitos outros. Isso trará, consequentemente, uma sensação de segurança pública para a população — explicou.

Belo Horizonte

Em Belo Horizonte, o lançamento ocorreu no Viaduto São Francisco. Estiveram, ontem às 14h30, com as presenças dos comandos das polícias e o superintendente de Integração da Sejusp, Leandro Almeida.

O coronel Valmir José Fagundes destacou a iniciativa.

— Estamos de forma conjunta para propiciar segurança em toda Minas Gerais. Com essa operação integrada visamos intensificar as fiscalizações e demonstrar maior sensação de segurança nas rodovias do Estado — afirmou.

Carnaval

A megaoperação ocorre uma semana após a ação “Carnaval pela Vida”, que, de acordo com dados da Polícia Rodoviária, apresentou uma queda de 41% no número de acidentes em Minas Gerais e 51% de redução no número de pessoas feridas em colisões no estado. 

Na ocasião, conforme ele, mais de 1,2 mil militares realizaram a fiscalização em mais de 30 mil quilômetros de rodovias estaduais e três mil quilômetros de rodovias estaduais.

 

Comentários
×